Mensagem aos Visitantes

Olá, querido visitante, se você ama a Palavra de Deus, espero que você goste deste blog. Aqui serão publicados estudos, informações, comentários importantes exclusivamente sobre o apocalipse e espero que seja uma bênção para sua vida. Na medida do possível, poderemos esclarecer dúvidas que envolvem esse livro cheio de mistérios. Caso queira, envie suas perguntas clicando na palavra comentários logo abaixo da mensagem. Com o propósito de mantermos a seriedade deste trabalho, nos reservamos no direito de não publicar perguntas ou comentários que ferem a ética cristã, bem como os que tendem à discussão polêmica.
Deus o abençoe!
Walter Ponci


quinta-feira, 4 de junho de 2009

O LIVRO SELADO COM SETE SELOS

À direita de Deus, João viu um livro selado com sete selos escrito por dentro e por fora (Apoc. 5:1). Ninguém podia abrir, nem ler e nem olhar para aquele livro (Apoc. 5:2-4). O único que podia abrir o livro era o Leão da tribo de Judá, que representa Jesus Cristo (Apoc. 5-7).

O que será que aquele livro continha que ninguém podia abri-lo?

A resposta está em Ezequiel 2:9-10. Ezequiel também teve a visão desse livro e ele nos diz que no livro estavam escritos lamentações, suspiros e ais. Portanto, nesse livro selado com sete selos continha todo plano de Deus para consumar a profecia de Daniel conforme está escrito em Dan. 9:24 e que iria se cumprir integralmente durante o período da tribulação, tribulação esta representada pelos suspiros e ais contidos no livro.

Os sete selos representam a plenitude na consumação do plano de Deus nesse período de tribulação. A cada selo que Jesus abre, é mostrado um determinado acontecimento que ocorrerá na Terra. O livro selado com sete selos não representa sete juízos de Deus, mesmo porque há fatos repetitivos na execução de cada selo. O livro é na verdade, como se fosse uma reportagem dos acontecimentos durante a tribulação. Os verdadeiros e únicos juízos são somente sete, representados pelas sete trombetas/taças (cada trombeta corresponde a uma taça que ocorre simultaneamente).

Quando foi dito que Jesus era digno de abrir os selos, houve júbilo e louvores no céu (Apoc. 5:8-14). É obvio o fato de que somente Jesus era digno de abrir os selos, pois foi Ele quem venceu o pecado e a morte, foi Ele que se entregou para remissão dos pecados dos homens e é Ele quem irá restaurar a terra e eliminar a maldição gerada pelo pecado. Ninguém mais seria digno deste ato.

Convém lembrar que sempre estamos falando em símbolos. É evidente que ninguém, vai chegar ao céu diante de Deus e ver um cordeiro com sete olhos, na realidade vamos ver Jesus como Ele realmente é. O cordeiro é apenas um símbolo. Da mesma forma, não existem apenas quatro anjos diante de Deus mas milhares e milhares. Dizemos ainda que não são apenas vinte e quatro os salvos ressuscitados da igreja. Esses vinte e quatro anciãos apenas representam todos os homens que compõem a igreja de Cristo.

Resumindo, logo após o fim da era da igreja, quando se inicia o período da tribulação, esta será a cena nos céus:

Deus assentado no trono e Jesus ao seu lado.
Ao redor do trono, os anjos de Deus, a igreja ressuscitada, e as almas dos que estavam salvos mas aguardando a ressurreição e o juízo final após o milênio.
E mais tarde aparecem as almas dos santos martirizados na tribulação que também ficam aguardando a ressurreição que vai ocorrer no final da tribulação e no inicio do milênio.

Walter Ponci

6 comentários:

Anônimo disse...

foram informações muito importantes. É o que eu estava procurando obrigado.

claudecy souza do nascimento disse...

as informações forão muito importantes. sobre o estudo que estamos tendo na nossa cogregação batista monte sião. sobre o livro do apocalipse, muito obrigado por Deus capacitar pessoas como vocês que nós ajudão.

Samira disse...

Obrigada pelo esclarecimento.
Estou lendo a coleção de deixados para tras e isso ajudou bastante.

Anônimo disse...

Louvado seja "O LEÃO DA TRIBO DE JUDÁ".
(heladiolacerda@hotmail.com)

Derivaldo disse...

Graça e Paz irmão Walter Ponci.

Por gentileza, esclareça-me quem são os salvos que estão aguardando a ressurreição, só após o milênio, no Juízo Final, se essa ressurreição é para os não salvos? Grato pelas informações.

Em Cristo,

Derivaldo Andrade

Walter Ponci disse...

Não é verdade que essa ressurreição é apenas para os não salvos.
Ocorre que ressurreição não é a mesma coisa que salvação, visto que todos irão ressuscitar, tanto salvos como perdidos. O que a bíblia ensina é que a primeira ressurreição é válida somente para a igreja de Cristo, a noiva de Cristo e não para todos os outros homens do Antigo Testamento. A segunda ressurreição abrange todos os homens desde Adão até o último homem da humanidade, com exceção da igreja a qual já ressuscitou na primeira ressurreição. Na segunda ressurreição estarão todos os salvos e perdidos (exceto a igreja) de todos os tempos que passarão pelo juízo final.